You are here
Blog eSports 

Introdução ao Meta Game pt. 1

Olá pessoal, estarei começando uma série de posts em que analizaremos o ambiente estratégico dentro dos jogos competitivos e a sua importância, passaremos de conceitos à métodos e por fim um exemplo de aplicação real gravado por mim.

Muitas pessoas eu vejo tem dificuldades em entender o conceito de meta-game ou porque ele é importante, eu utilizei conceito e não noção porque mesmo entendendo a noção de que utilizar certas táticas, composições ou campeões são mais favoráveis que outras, eles não procuram entender a idéia por trás disso, e sim é preciso conhecer o meta até mesmo para desviar-se dele.

Imagine que você queira comer uma laranja e o meta atual para se comer a laranja é descascá-la com uma faca e comê-la inteira, esse é o método que segundo opinião popular de comedores de laranja é o que se extrai mais valor (sabor) do ato de comer laranja.

Agora imagine que você sabe disso mas prefere comer com a casca, as vezes o gosto é bom e as vezes não, mas digamos que uma pessoa tenha uma chance maior de pegar laranjas saborosas porque ela entende a tática de descascar com a faca mas ela também separa os gomos para comê-los individualmente evitando assim gomos ruins.

O motivo dessa analogia é para explicar porque o meta é utilizado basicamente, é o metodo quedá a maior chance de vitórias, e o contra-meta pode ser utilizado para desviar do meta e atingir o diferencial aumentando ainda mais a sua chance de vitória.

Um bom entendimento do meta abre ainda mais o leque de opções estratégicas que um jogador pode ter durante a fase de seleção de picks e bans por exemplo, simplesmente pelo fato de você entender a estratégia utilizada e ter mais cartas na manga para counterá-la, não apenas seguindo a receita “Se fizerem X faça Y” você pode surpreender seus adversários com “Se fizerem X eu posso fazer Z porque não vão esperar por isso e não souberam se preparar contra isso.”

Parte 2 aqui!

Related posts

Leave a Comment