You are here

KaBuM e Keyd na justiça

A KaBuM entrou na Justiça contra o Keyd Stars e o cyber-atleta André “esA” Pavezzi e está pedindo um valor de R$ 95.506,08 em indenização por conta da litigiosa transferência do jogador.

esA saiu da equipe da KaBuM Orange em abril e foi para o time da Keyd Stars, onde está jogando na posição de Atirador (AD Carry) assumindo a posição do jogador sul-coreano Kim “Emperor” Jin-Hyum, o problema foi que as organizações não entraram em acordo por essa troca de equipes, o que levou tudo para as mãos da justiça brasileira, onde foi iniciado uma ação judicial em maio deste ano.

O valor estipulado pela KaBuM considera a multa rescisória de R$ 30 mil, prevista em contrato, assinado em 1º de janeiro de 2015; os custos com o cyber-atleta por dois anos, estimado em R$ 58.006,08; e indenização por eventuais prejuízos na disputa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), calculada em R$ 7,5 mil.

No processo a KaBuM afirma que a contratação de esA “demandou grande investimento financeiro”, pois a companhia ofereceu moradia, treinamento e promoção publicitária no período em que o cyber-atleta esteve banido de competições oficiais pela prática de elojob.

A KaBuM informou que esA fez o pedido dia 22 de abril através de um email, onde informava seu desejo para deixar a equipe por ter aceito uma proposta da Keyd Stars, afirmou que as multas seriam pagas em um prazo de 48 horas após o contrato, o que não aconteceu.

A equipe Keyd Stars alega, porém, que não teve acesso ao contrato de esA com a KaBuM e que só recebeu uma foto da cláusula da multa rescisória.

“Mesmo assim, falamos para o esA que era melhor pagar e depois mover uma ação na Justiça do trabalho contra a KaBuM, afirma o diretor do Keyd Stars, André Pontes.

“Mas quando o Philip (manager da equipe) conversou com a KaBuM para pedir dez dias para o pagamento, responderam com ameaças e grosserias, falando que, se a multa não fosse paga até o meio-dia do dia seguinte, não iríamos jogar mais nenhum campeonato. Então preferimos deixar ir à Justiça”.

O departamento jurídico do Keyd Stars já foi notificado da ação e tem até dia 15 (segunda-feira) para apresentar sua defesa.

Fonte: myCNB

Related posts

Leave a Comment